9 de ago de 2010

Not Understand


. minha voz sai estremecida...e...em pausas
procuro buscar um ar de calma
mais uma vez estou sentindo o chão tremer
permanece tudo aqui, ainda
eu não sou assim, é que hoje eu estou cansada
eu reconheço essa sensação
dessa vez eu não pressentia, ou não procuro entender
se eu fingir e abrir um sorriso eu não serei eu mesma
não sei se quero descansar,por estar realmente cansada
..ou se quero descansar para desistir.
não me entendo e ajo como se entendesse
e mais uma vez minhas lagrimas saem sem eu permitir
o que me atormenta é que tudo é 'por enquanto', nada é ' sempre'“.

Eu não: quero é uma realidade inventada.

2 comentários:

  1. nem esse pensamento pode ser eterno..!!;)

    belos textos kaká!

    ResponderExcluir