5 de fev de 2011

(......)


...deitada pensando, analisando o que aconteceu, ja me senti assim antes, parecida como no dia dezesseis de março ou quinze de julho.
Nessa noite, deitada, não vejo nada, só o escuro, ou a luz do celular que se acende toda vez em que aperto o botão central, vejo três papéis de paredes coloridos, lindos, que mudam conforme eu toco na tela, gostaria de me sentir assim, como a sensação que essas cores trás. Vejo a data cinco de fevereiro bem no cantinho esquerdo, porque ja passou da meia noite e eu estou sem sono. Pequena distração pra me trazer o sono, mas foi não o suficiente, eu odeio me sentir assim, com um oco por dentro, escutando o som do nada, me sinto como se meu corpo estivesse aqui e meus pensamentos em outro lugar, o lugar que nunca estive.