30 de ago de 2010

Doce ar da infância


É tudo tão mais simples, aceitável e compreendido.
Quase que tudo se torna risos e distração.
Quando pequenos achamos que temos tudo na mão.
Os amigos são sempre irmãos. Não enxergamos falsidade nos olhos.
Não entendemos absolutamente nada do mundo e achamos que esta tudo tão bom.
Um simples monte de areia com água pode virar um castelo ou quem sabe um avião.
Nada é visto com maldade, tudo tem perdão.
Eu quero ser criança de novo, quero sair dessa confusão.

8 comentários:

  1. Muito bom... Gostei mesmo. Sou um seguidor ainda novo, e não me decepcionei. ^^

    Passa la no meu blog se puder e me segue tbm se gostar de algo que encontrar:

    http://codignolle.blogspot.com/

    Quanto a essas linhas, me lembraram um texto meu...

    http://codignolle.blogspot.com/2010/07/segredo-da-felicidade.html

    o/

    ResponderExcluir
  2. Uuuui *-*
    tbm quero ser criança então, e fugir junto com você dessa confusão *o*

    :*

    ResponderExcluir
  3. Quem nunca quiz ser criança de novo,ter aquele sorriso,aquela inocencia...

    Amei o post.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Ka, balissimas palavras.

    A visão inocente de uma criança, ansei por ela tbm.

    ResponderExcluir
  5. Eu também quero ;/ Tem beijinho pra você no meu :)

    ResponderExcluir
  6. Olá flor!tem um presente pra ti la no meu blog, vê lá!

    beejoun :*

    ResponderExcluir
  7. Toda criança tem preça de crescer, e todo adulto tem saudade da infancia.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir